Galeria
Virtual
Rieli

Arte Popular
Um Mosaico de Culturas

Durante as comemorações dos 500 anos do Brasil, no Parque do Ibirapuera, foi possível visitar provavelmente a maior coletânea da história da arte brasileira jamais organizada. Arte Barroca, Arte Indígena, Negro Corpo e Alma, Século 19, Arte Contemporânea e Moderna, foram pequenas partes do todo. Entre as diversas exposições uma em especial me marcou e é a responsável pela organização desse material: Arte Popular.

Esta exposição foi um marco por dois grandes motivos. A partir desta exposição ficou delimitado o espaço de uma arte chamada de artesanato, colocada muitas vezes em segundo plano. Configurou-se um espaço no cenário artístico brasileiro para a produção de inúmeros artistas que mantém vivas tradições locais, culturas e grande parte do folclore brasileiro. Possibilitou a muitos visitantes conhecer a obra da família Julião, as poesias de cordel, as bonecas do Vale do Jequitinhonha e muito mais.

O segundo motivo foi pessoal. A exposição, que recebeu minha visita por mais de uma vez, consolidou um conceito novo de arte que me vez ver em casa, o quanto de arte existia.

Uma outra exposição colaborou nesta tarefa que aqui se inicia, a visita à exposição de peças colecionadas pela arquiteta Lina Bo Bardi, na Pinacoteca do Estado de São Paulo. Reconheci nesta visita diversas peças do meu cotidiano, peças adquiridas durante viagens, presentes, herança e vida resignificada. É parte disso que apresento neste espaço.